Nenhuma  sensação ou tortura mental poderá afetar você se sua mente se dissociar e se ancorar na paz e na alegria de Deus.

A capacidade de suportar tudo com equanimidade se denomina  titiksha em sânscrito. Tenho praticado essa neutralidade mental. Já meditei uma noite inteira no meio da água gelada, no mais frio dos invernos. E também meditei da manhã à noite, sentado nas areias escaldantes da Índia. Com isso, adquiri grande força mental. Quando você pratica  esse tipo de autodisciplina, a mente fica imune a qualquer circunstância perturbadora. Se você acha que não vai conseguir fazer alguma coisa é porque sua mente está escravizada. Liberte-se.

Não estou dizendo  que você deve ser imprudente. Procure colocar-se, pouco a pouco, acima das perturbações. Resistência  é o que você precisa ter. Seja qual for o problema, faça o supremo esforço de remediá-lo sem preocupação;  e enquanto  não for resolvido, pratique titiksha. Não é isso uma sabedoria  prática? Se você é jovem e forte, à medida que fortalecer a mente e a vontade poderá praticar métodos mais rigorosos de autodisciplina, como eu fiz.

Se você pensar que o inverno está chegando e que provavelmente ficará resfriado, não está desenvolvendo força mental, mas sim se comprometendo  com certa debilidade. Quando achar que pode pegar um resfriado, resista mentalmente:  “Vá embora!  Estou seguindo precauções sensatas; não permitirei que a preocupação abra caminho para a doença por ter enfraquecido minha mente.” Esta é a atitude mental correta. Do fundo do coração, sinceramente, faça sempre o melhor possível, mas sem ansiedade. A preocupação só serve para paralisar seus esforços. Se fizer o melhor, Deus estenderá a mão para ajudá-lo. (…)

Lembre-se de que a mente não pode sofrer nenhuma dor, a menos que aceite a sugestão de dor. A mente não pode sofrer pobreza nem qualquer outra coisa, a menos que aceite o dissabor da condição. Jesus foi tratado duramente – a vida dele foi cheia de problemas, obstáculos e incertezas  – mas ele não se preocupou.  Lembre-se: você também é filho de Deus. Pode ser abandonado por todos, mas não será abandonado por Deus, porque Ele o ama. Não se preocupe nunca, pois Deus o fez à Sua imagem invencível.

Perceba que a presença infinita do Pai Celestial está sempre dentro de você. Diga a Ele: “Na vida e na morte, na saúde e na doença, não me preocupo, ó Senhor, pois sou Teu filho para todo o sempre.”

Paramahansa Yogananda, no livro Viva Sem Medo: https://bit.ly/33G6NFr

Últimos posts por Blog da Cultura da Paz (exibir todos)

Comments

comments